A hora da mudança

Eu estava aqui pensando sobre como é difícil mudar certos comportamentos em nossa vida não é mesmo? Fazer dieta e manter uma alimentação saudável, fazer exercícios físicos sempre, ser produtivo, se sentir motivado e se dedicar ao trabalho evitando distrações, manter as coisas organizadas, ler. Todos esses são hábitos bem difíceis de manter. E também temos as manias e o temperamento. As vezes estouramos por bobeira! Alguns mais que outros. Nos irritamos facilmente ou nos recusamos a fazer coisas que nos fariam melhores. Porque será que temos reações tão sem sentido não é mesmo?

Você deve estar pensando porque ela está falando sobre isso né? A verdade é que, já passei por alguns períodos depressivos em minha vida! Vontade de não fazer nada. Sensação de que estava no caminho errado. Sentimento de que tudo que eu fazia era em vão. Que estava perdendo tempo da minha vida. Lamentável!

Mas o ponto é que, a mudança começou quando parei de me lamentar e procurei por formas de me sentir melhor. Me lembro até hoje dos livros que lia algumas páginas por dia e me fazia refletir sobre a vida e o que estava sentindo. Não me conformei e não me conformo até hoje! Sempre que me sinto desmotivada, me permito algum tempo de descanso e logo após já reivindico produtividade.

A questão é que, a experiência de mudança é fantástica, porém dolorosa.

Esses dias mesmo estava lendo um livro chamado “Desperte seu Gigante Interior”. Livro enormeeeee! Quase não indico por aqui, por saber a dificuldade de leitura que as pessoas tem hoje. O autor Anthony Robbins, super conceituado inclusive, fala sobre como podemos assumir o controle de tudo em nossas vidas. Ele defende a mente e o cérebro como os maiores causadores dos nosso sucessos e fracassos.

Anthony é o maior especialista em neurolinguística do mundo e fala sobre o quanto as pessoas fracassam em seus projetos por não se concentrarem realmente no que importa. Quando não estamos satisfeitos, tendemos a dar atenção ao que nos desagrada, e não em como tornar aquilo ainda mais incrível. Nesse livro, ele ensina algumas técnicas de associação de dor e prazer a fim de criarmos os hábitos que precisamos para viver melhor.

Pensando nisso, quero te desafiar hoje, a parar de dramatizar sua vida e refletir sobre o que realmente quer para você e o que está te impedindo de ter isso agora. Quando já tiver refletido bastante sobre isso, você precisar pensar em tudo que poderá acontecer se você não tomar atitude e mudar hoje e o quão bom será se realmente fizer isso. Mentalize isso várias vezes, até que o desejo de mudar seja muito grande.

Prontinho! Estou com você nessa!
Me envia um email ou conta nos comentários,
qual comportamento você quer mudar ou ter em sua vida?

E se gostou das ideias trazidas pelo livro e quer mais textos sobre isso,
compartilha com seus amigos.