{ Aprenda a lidar com as adversidades }

Título Post - Adversidades

Olá!!! Continuando a série #SeValorizaMenina, hoje vamos abordar um tema fundamental para lidarmos com as adversidades da vida. Comecemos com algumas perguntas…

  • Você já passou por situações onde não soube se controlar, agiu por impulso,
    chorou compulsivamente, se irritou ou se comportou de maneira agressiva?
  • Já viveu um fim de relacionamento e teve que enfrentar
    solidão e seus pensamentos negativos?
  • Já quis muito uma coisa, se programou e organizou,
    mas no final as coisas não saíram como você esperava?
  • Teve oportunidades no trabalho, mas não teve êxito
    em demonstrar todo seu potencial?

Então, lidamos com essas são situações chatas, mas bem corriqueiras, praticamente todos os dias. A questão é… Como podemos reagir a tantos desencantos e frustrações sem abalar ou prejudicar outras áreas da vida? Ou, como devemos nos comportar diante de situações desafiadoras? Qual seria apostura adequada?

O segredo para responder a essas e outras perguntas se chama “inteligência emocional”.

Inteligência emocional é a capacidade do indivíduo de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros e também de lidar com eles.

Veja um exemplo: Você certamente conhece alguém formado, pós graduado, ou tido como muito inteligente mas que não é próspero em sua vida. Em contrapartida, há outro que não tem alto grau de escolaridade, mas que, apesar disso, se dá super bem profissionalmente e em outras áreas da vida. Estes dois exemplos estão diretamente ligados a competências emocionais.

Segue um levantamento interessante baseado no material de um dos treinamentos que fiz dentro deste assunto (método CIS-SP-171): ‘Apenas 13%dos profissionais fracassam por falta de habilidades intelectuais, técnicas e cognitivas. 87% fracassam pela falta de liderança, relacionamentos, segurança, autocontrole, empatia, superação, ousadia, otimismo etc.’

Em face desta realidade, é necessário assumir a responsabilidade do que acontece em nossa vida, ao invés de apontar culpados. Se você teve um infância complicada e recebeu maus exemplos em sua casa, você não precisa repetir esses comportamentos ruins e justificá-los pelas experiências ruins que vivenciou. Que tal começar a olhar para essas circunstâncias que são parte da sua história com um novo olhar, com uma atitude diferente e positiva?

Se permita chorar e aceite as tristezas para depois levantar a cabeça e seguir em frente! Como no fim de relacionamentos amorosos. É bem doloroso, eu sei, mas isso não é o fim da vida. Considere sempre que toda “perda tem ganhos”.

Aprenda com os seus erros, se perdoe, perdoe os outros… Comunique amor em atos, palavras e ações para que esse sentimento envolva todos os seus relacionamentos e a sua vida. Invista em autoconhecimento. Desenvolva seus talentos, dons, habilidades e tenha autoconfiança para explorar todo seu potencial e enfrentar seus medos.

É isso pessoal, Inteligência emocional nada mais é que a arte de controlar suas emoções e sentimentos. E quem controla suas emoções controla a própria vida!!

E ai? Está disposto(a) controlar sua vida?

Para se aprofundar ainda mais nesse assunto,
você pode começar adquirindo o livro “Inteligência Emocional” de Daniel Goleman.
O coaching também é uma ótima opção. Caso se interesse,
entre em contato comigo pelo email nayara.maga_bh@hotmail.com.

Abraços e até o próximo post.Assinatura Nay